Saúde

Multiprofissional em Imunização

Multiprofissional em Imunização

Apresentação

1.1. A INSTITUIÇÃO 

A Faculdade Santa Casa (FSC) é uma instituição de ensino superior que tem como mantenedora a Santa Casa de Misericórdia da Bahia, tradicional entidade no ensino, na atenção à saúde e na assistência psicossocial, norteada pela modernização e inovação tecnológica. A Santa Casa é formada por um conjunto de unidades de saúde e assistência psicossocial, entre as quais se destaca o Hospital Santa Izabel (HSI), credenciado pelo Ministério da Educação (MEC) e Ministério da Saúde (MS) como Hospital de Ensino, desde 2006. O HSI mantém nível de excelência pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), funcionando, atualmente, com 520 leitos em 39 especialidades. 

A criação da FSC responde à carência de campos de prática para a formação de profissionais de saúde, observada na cidade do Salvador e no estado da Bahia. Nessa perspectiva, a concepção pedagógica da Faculdade está fundamentada na sedimentação de áreas tradicionais do conhecimento em saúde e no desenvolvimento de áreas emergentes da contemporaneidade. Para isso, assume o compromisso em prover conteúdos teóricos articulados às vivências práticas, dedicando especial atenção às necessidades de saúde e demandas psicossociais das pessoas assistidas e dos profissionais de saúde em formação. 

1.2. O CURSO 

1.2.1. JUSTIFICATIVA 

O Programa Nacional de Imunização (PNI) em setembro de 2023 completou 50 anos e é considerado patrimônio de todos os brasileiros e referência internacional. Tendo como objetivo reduzir a transmissão de doenças imunopreveníveis, a ocorrência de casos graves e óbitos relacionadas a estas doenças, através de ações integradas de vigilância em saúde para promoção, proteção e prevenção em saúde da população brasileira, o PNI representa, sem dúvida, um grande avanço para saúde pública no Brasil. Em 1977, foi instituído o primeiro calendário básico de vacinação obrigatórias para menores de um ano, com vacinas contra tuberculose, poliomielite, sarampo, difteria, tétano e coqueluche (BRASIL, 2013); atualmente, este calendário inclui a oferta mais de 47 imunobiológicos (entre vacinas, soros e imunoglobulinas), incluindo a vacina Covid, recentemente incluída na história das imunizações. 

Ao longo de sua existência, o PNI enfrentou desafios para a incorporação de novos imunobiológicos, para a definição de um Calendário Nacional de Vacinação, para a modernização da rede de frio e do sistema de informação, assim como, para fomentar a integração assistência e vigilância e para a qualificação de novos profissionais de saúde. Sem dúvida a pandemia ressignificou as ações de assistência à saúde, a vigilância e as imunizações, requerendo a mobilização de diversos seguimentos e atores como o objetivo de entender a doença, manejar clinicamente os pacientes, otimizar os insumos disponíveis, estabelecer medidas preventivas e operacionalizar a vacinação; paralelamente a todo esse processo, os profissionais envolvidos e recrutados a participar tiveram o desafio de aprender, compartilhar e intervir. Entendendo o nível de complexidade para atuar na área das imunizações e de vigilância das doenças imunopreveníveis o presente curso foi estruturado para promover a Educação multiprofissional a partir de uma abordagem integral ampliada, estimulando o desenvolvimento de competências e o conhecimento teórico e prático de planejamento e gestão, para o aprimoramento das habilidades e operacionalização das estratégias de intervenção.

1.2.2. OBJETIVOS

1.2.2.1. GERAL
Qualificar equipes multiprofissionais (enfermagem, sanitaristas e áreas afins) para atuação em vigilância dos agravos imunopreveníveis e da imunização seja no setor público ou privado, a nível de gestão e no âmbito da assistência e da vigilância à saúde.

1.2.2.2. ESPECÍFICO 

  • Introduzir o campo da Saúde Coletiva, Epidemiologia e Vigilância em Saúde, desenvolvendo competências (conhecimentos, habilidades e atitudes) técnicas e pessoais (socioemocionais e humanísticas) para o trabalho na Atenção à saúde em imunizações; 
  • Discutir temas contemporâneos que ampliem a visão crítica e reflexiva dos profissionais na produção e gestão do cuidado e dos processos de trabalho na Atenção à Saúde, com ênfase na imunização; 
  • Promover conhecimentos sobre as doenças infecciosas imunopreveníveis, imunização ativa, imunização passiva, correlatos de imunogenicidade, imunossenescência, populações especialmente vulneráveis, inclusive em emergências; 
  • Conhecer os aspectos legais e éticos das práticas de imunização;
  • Compreender os elementos integrantes do processo de trabalho na conservação, armazenamento e transporte, no preparo e administração segura, no gerenciamento de resíduos e nos registros relacionados à vacinação, de acordo com as normas sanitárias estabelecidas; 
  • Compreender os elementos integrantes do processo de segurança do paciente, da análise de indicadores nas interfaces do processo de trabalho com imunobiológicos; 
  • Conhecer os aspectos básicos de natureza metodológica e regulatória da produção, e desenvolvimento de imunobiológicos e a pesquisa clínica com vacinas; 
  • Apresentar as bases teórico-metodológicas, ética e técnica para construção de materiais técnicos no campo assistencial e da gestão relacionados às doenças Imunopreveníveis; 
  • Propiciar ao aluno vivência, discussão e reflexão sobre seu papel e responsabilidades profissionais individuais e nas práticas em equipe multiprofissional; 
  • Desenvolver habilidades para o planejamento de ações, controle de doenças e suas complicações, contribuindo para a melhoria da qualidade dos serviços e da assistência ofertados à população; 
  • Conhecer e aplicar os protocolos do Programa Nacional de Imunizações e dos diversos calendários existentes; 
  • Ser capaz de identificar, notificar, investigar os agravos imunopreveníveis, Eventos Supostamente Atribuíveis à Vacinação ou Imunização (ESAVI) e erros de imunização; 
  • Capacitar os discentes na elaboração de diagnósticos situacionais, detecção de problemas atuais, e desenvolvimento de soluções teóricas e práticas aplicadas em Imunizações e vigilância em saúde; 
  • Desenvolver habilidades para analisar os sistemas de informações existentes para o planejamento, a avaliação de políticas públicas e o desenvolvimento de tecnologias com enfoque epidemiológico no campo da vigilância em saúde; 
  • Conhecer e analisar as recomendações oficiais de prevenção a agravos à saúde de viajantes no Brasil e no exterior.

.2.3. DIFERENCIAIS DO CURSO

 
1.2.3.1. RECURSOS DE ENSINO APRENDIZAGEM 

  • Uso de metodologias ativas de ensino e aprendizagem aplicadas às aulas teóricas, para a abordagem dos conteúdos, aliados à discussão da prática. 
  • Atividades de debate e discussão em tornos de diferentes temas de imunização, realizadas à distância por meio da plataforma de ensino, com o objetivo de ampliar a qualificação dos discentes. 

1.2.3.2. ATIVIDADES E VIVÊNCIAS PRÁTICAS 

  • Vivência profissional supervisionada acontecerão através de visitas técnicas aos Serviços de Saúde ligados à vigilância de agravos imunopreveníveis e ações de imunização, mediante acordos de cooperação técnico cientifica da Faculdade Santa Casa com outras Instituições;

Matriz Curricular

º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Vivência Prática
0
30
1 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Saúde Baseada em Evidências
15
2 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Bases conceituais, históricas e metodológicas da saúde coletiva e Epidemiologia
15
2
3 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Imunizações: do discurso à prática do SUS e da rede privada
15
5
4 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Dinâmica do perfil epidemiológico das doenças infecciosas Imunopreveníveis
30
10
5 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Fundamentos imunológicos das imunizações
15
5
6 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Conceitos básicos em imunizações e as características dos imunobiológicos
25
5
7 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Os imunobiológicos e a rede de frio
20
5
8 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Boas práticas em imunização
25
10
9 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Os calendários de vacinação: história e atualidade
25
5
10 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Projeto de Intervenção
65
Sistemas de informação de vigilância e registro da vacinação
10
5
11 º semestre
C.H. Teórica
C.H. Prática / Estágio / Extensão
Planejamento e avaliação das estratégias de vacinação
10
5
Informações Adicionais

O Curso de Pós-graduação latu sensu multidisciplinar em Imunizações da Faculdade Santa Casa tem duração de 13 meses, com carga horária de 360 horas, tendo a sua organização curricular estruturada em módulos que se distribuem de forma sequencial, como demonstrado a seguir: 

  • Carga Horária Total do Curso: 360 horas 
  • Carga Horária teórica do Curso: 270 horas, divididos em: 

 1º ciclo: 6 meses, carga horária de 145 horas 
 2º ciclo: 6 meses, carga horária de 185 horas 

  • Carga Horária de vivências em Serviços de Imunização: 30 horas, destinadas à Assistência e 
  • Discussões Clínicas. 
  • Carga horária de atividades Práticas: 60 horas

Coordenação

  • Ana Claudia da Silva Pinto (Especialização)
  • Doiane Lemos Souza (Especialização)

Docentes

  • Angélica Ribeiro Barbosa (Especialização)
  • Antônio Augusto Ribeiro Tourinho (Especialização)
  • Daniele Ramos Andrade Costa Pinto
  • Doiane Lemos Souza (Especialização)
  • Erica Alves de Jesus (Especialização)
  • Leandro Alves da Luz (Doutorado)
  • Marcela Almeida Muhana (Mestrado)
  • Maria do Socorro Farias Chaves (Especialização)
  • Marianna Silva dos Santos (Especialização)
  • Mônica dos Santos Campos (Especialização)
  • Mônica Sá Bastos Forrester Peixoto (Mestrado)
  • Nilda Lucia Nunes Ivo (Mestrado)
  • Tânia Maria Leão (Especialização)
  • Thaisa Mercês de Oliveira Correia (Mestrado)

Investimento

Campanha Matrícula Antecipada até 09/03/2024:

de 17x R$ 656,47 por 17x R$ 487,10 (pagamentos até o vencimento).

Matrícula com valor promocional a R$ 100,00.

 

Documentos para Matrícula

No ato da matrícula, o candidato deve entregar os seguintes documentos: 

  • Ficha de inscrição preenchida digitalmente; 
  • RG e CPF; 
  • Comprovante de residência; 
  • Diploma ou certificado de conclusão de curso de graduação. 
  • Apresentação do Cartão SUS

OBS. Estrangeiros ou Brasileiros graduados em outros países devem apresentar Revalidação de diploma, 
ou o diploma original acompanhado de declaração emitido por Instituição de fé pública de que este se 
encontra em processo de revalidação.

Inscreva-se aqui
Inscreva-se aqui
Sobre o curso:
Pós-Graduação - Saúde
Semipresencial
Duração: 13 meses
Carga Horária: 360h
Carga Horária Prática: 60h
Carga Horária Vivência Prática: 30h

Frequência mensal, aos sábados (manhã e tarde) e domingo (manhã).Das 8h às 13h (5 horas) e das 14h às 17h (3 horas) – Para carga horária de 8 horas/dia 

❖ Das 8h às 13h (5 horas) – para carga horária 05 horas/dia. 

Local das aulas presenciais será realizado nos Campus da Faculdade Santa Casa e em outras unidades 
da mantenedora, a Santa Casa da Bahia: 

❖ Campus Kirimurê 
❖ Campus Pupileira 
❖ Hospital Santa Isabel 

OBS.: Horário de vivência profissional a combinar. 

Público Alvo:

Profissionais graduados: Enfermeiros, Sanitaristas, Farmacêuticos, Odontólogos e demais profissionais de saúde de nível superior. 

Inscreva-se aqui
Quero mais informações